Monthly Archives: Setembro 2017

Vaticanum – José Rodrigues dos Santos

“Nota final

Talvez o aspeto mais desconcertante dos negócios do Vaticano seja  constatação de que a lista de atropelos da Santa Sé à ética, à transparência e à legalidade apresentada neste romance não é produto da imaginação de um autor de ficção mas um mero relato factual.” – página 595

“Num impulso, Tomás cortou o som do aparelho. Aquilo tornara-se de mais, não conseguia ver. Como era possível que houvesse gente a esforçar-se por assistir à degolação do chefe da Igreja em direto como se se tratasse de um espetáculo de entretenimento? Não teriam um pingo de decência nem de humanidade? E que dizer dos seus governantes, que exploravam as emoções mais primárias das multidões para porem os seus países à beira da guerra por razões supostamente religiosas, embora na verdade estivessem empenhados no velho jogo de usar a religião para alcançarem os seus próprios desígnios de poder?” – páginas 473/4

«O cardeal abanou a cabeça, desconsolado.

“E eu que precisava tanto de mandar alguém a minha casa buscar vestes lavadas…”

“Nada o impede”, devolveu o polícia, “O seu apartamento é aqui em baixo, no Palácio Apostólico.”

“Assim é (…) eu também não vivo aqui no apartamento do secretário de Estado.” (…)

“Acontece que não vivo aqui na Santa Sé, mas num apartamento privado em Roma.”» – página 176

“O sorriso de Tomás desfez-se e os seus ombros descaíram. Enquanto homem de ciência recusava-se terminantemente a acreditar em profecias, embora tivesse consciência de que não fora capaz de pôr em causa a interpretação de uma única das profecias de Malaquias em relação aos papas cujos pontificados permaneciam frescos na memória, ou seja, todos os que haviam usado o anel do pescador desde a Primeira Guerra Mundial. É certo que algumas dessas profecias se mostravam suficientemente vagas para abrir espaço a várias interpretações, mas outras eram de tal modo específicas que a sua concretização não podia deixar de o perturbar. Malaquias poderia mesmo ter visto o futuro?” – página 92

“O meu templo será declarado casa de oração para todos os povos. Mas vocês transformaram-no em caverna de ladrões. JESUS CRISTO” – página 11

Acho que o personagem está esgotado. Até poderia ir buscar um centímetro às margens para não ficar um calhamaço tão grande.

A ilha das trevas – A filha do capitão – O Codex – A fórmula de Deus – O sétimo selo – A vida num sopro – Fúria Divina – O anjo branco – O último segredo – A mão do Diabo – O Homem de Constantinopla – Um milionário em Lisboa – A chave de salomão – As flores de Lótus

Anúncios