Perfume: A história de um assassino

Até que enfim! Já há muito tempo que não via um filme assim. Um filme. Inovador. Ousado. Original. Não é uma repetição, nem sequer parecido com outro. Daqueles tempos em que o cinema ainda era arte. Sem pressa. Uma interpretação simples mas muito intensa, expressiva. Facilitadora de “entrar” no papel do personagem. O tempo permite compreender “o ponto de vista” dos personagens. Pacífico mas violento. Com uma violência não expressa, sub-entendida. Muito detalhe com os figurantes. Nada de efeitos especiais, apenas tempo para apreciar as coisas simples. Quase Beethoven.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s