O amor nos tempos da cólera

Há livros que nos marcam. Li “O amor nos tempos da cólera” quando tinha 17 anitos. Hoje, passados 25, vi o filme. Incrível o que boa literatura nos pode fazer quando lida na altura certa. A história ficou-me de tal forma bem marcada, se calhar é normal quando aos 17 anos se lê um romance desta qualidade, que ao ver o filme pela primeira vez, não tenha sido uma surpresa. Eu lembrava-me perfeitamente do que ia acontecer a seguir. Claro que o livro é muito melhor que o filme. Eu diria mesmo que para os padrões que a industria cinematográfica nos tem vindo a habituar, este filme é uma seca. Uma seca mas muito, muito cheio de emoção, sentimento, intensidade e memórias.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s