Para onde vai o nosso dinheiro?

FIEL_JARDINEIRO

“ – Procurou uma analogia terra a terra. – Vejamos, por exemplo, a velha rede de distribuição de água britânica, construída em 1890, mais coisa menos coisa. A água sai do reservatório. Parte dela, com um bocado de sorte, chega até à nossa torneira. Mas pelo caminho passa por vários canos cheios de buracos. Ora, quando essa água é oferecida graças ao bom coração do contribuinte, não se pode deixá-la perder-se no solo, não é verdade? Sobretudo quando se depende do eleitor inconstante para se manter o emprego.” – in “O fiel jardineiro” de John Le Carré – página 73

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s