É óbvio que eu nunca tinha pensado nisso.

Para quem gosta de boa literatura, de romances históricos, para quem – como eu – gosta daquela literatura que dá para enfiar a carapuça em muitas e mutas situações, com um humor em dose moderada, uma leitura rápida, mordaz e eficaz, elucidativa sobre como viver às custas de quem não sabe viver, escusa de perder muito tempo com calhamaços de 600 páginas, pode, e eu sugiro a leitura deste artigo até ao fim. Foi como ter lido em excelente livro.

Oi Gente, Hoje li um texto do Darcy Ribeiro, escrito há mais de 30 anos, que, infelizmente, parece ter sido escrito ontem. Quero compartilhar com vocês a sensação que tive ao perceber as coisas que nos ensinaram serem óbvias e só serviram para violentar a nossa auto-estima. Beijo, abraço e aperto de mão. Alê * * * Sobre o óbvio*  Darcy Ribeiro Nosso tema é o óbvio. Acho mesmo que os cientistas trabalham é com o óbvio. O negócio deles – nosso negó … Read More

via Uma pirueta, duas piruetas. Bravo! Bravo!

12 responses to “É óbvio que eu nunca tinha pensado nisso.

  1. Fernanda Pedroso

    da rã que não sabia que estava sendo cozida

    Imagine uma panela cheia de água fria, na qual nada, tranquilamente, uma pequena rã. Um pequeno fogo é aceso embaixo da panela, e a água se esquenta muito lentamente.
    Fiquem vendo: se a água se esquenta muito lentamente, a rã não se apercebe de nada! Pouco a pouco a água fica morna e a rã, achando isso bastante agradável, continua a nadar… e a temperatura da água continua subindo…
    Com o inevitável avanço dos minutos a água se torma mais quente do que a rã poderia apreciar, então ela se sente um pouco cansada, mas, não obstante a isso, não se amedronta e continua seu “banho” fatal.
    Mais alguns minutos e a água está realmente quente. A rã começa a achar desagradável mas está muito debilitada então suporta e não faz nada. Com o passar do tempo e a subida constante da temperatura a rã acaba simplesmente cozida e morta!
    Devemos observar que se a mesma rã tivesse sido lançada diretamente na água a 50 graus com um golpe de pernas ela teria pulado imediatamente para fora da panela. Isto mostra que, quando uma mudança acontece de um modo suficientemente lento escapa à consciência e não desperta, na maior parte dos casos, reação alguma, oposição alguma, ou mesmo, alguma revolta.

    Se calhar, umas vezes brincando outras nem por isso, vamos tentando alertar para que não nos aconteça uma morte lenta… ou pelo menos que saibam que nós sabemos que nos querem matar aos poucos…
    Fernanda Pedroso

  2. nunoanjospereira

    Já os porcos selvagens, quando são apanhados, caem numa esparrela parecida: vão sendo alimentados, vai-se construindo uma cerca e quando eles menos esperarem, fecha-se o portão.

  3. Fernanda Pedroso

    Dá que pensar!!!…se é que ainda se pode…

    http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1715491

  4. nunoanjospereira

    90 – “A experiência dos nossos predecessores ensina-nos que aqueles que estão individualmente à procura da verdade e de deus devem passar pela provação de vários votos: voto de verdade; voto de castidade – pois não se pode partilhar o amor pela verdade e Deus com nada nem ninguém mais; voto de não-violência; voto de pobreza; voto de não possessão. É preciso impor-se a fidelidade a estes cinco votos para empreender estas experiências de verdade.”

  5. nunoanjospereira

    Já cá canta deste Maio!
    Muito obrigado pela tradução.
    https://nunoanjospereira.wordpress.com/2010/05/27/isabel-allende-tales-of-passion/

  6. Fernanda Pedroso

    Violinista célebre tocou no metrô e foi ignorado, Joshua Bell, estrela da música clássica
    Faz pensar…

    Por:
    http://www.rosangelaliberti.recantodasletras.com.br/blog.php?idb=5070

  7. nunoanjospereira

    Finalmente respondo aos seus comentários. Felizmente tenho andado muito ocupado a trabalhar.
    O curioso é onde fica esta estação de metro. Fica debaixo de um edifício (esta é boa! Uma estação de metro que fica por baixo de… ) onde trabalham os espectadores deste tipo de concertos.
    https://nunoanjospereira.wordpress.com/2010/09/08/pearls-before-breakfast/

  8. nunoanjospereira

    Dou o benefício da dúvida. Eu por vezes também passo a voar pelo que quer que seja na estação de metro.Uma vez, estava cá a minha irmã mais velha e o namorado, parei na estação de metro do Marquês de Pombal e sentei-me no chão a ouvir alguém que tocava guitarra. Eles perguntaram-me porque o fazia, ouçam-no, foi a minha resposta. Eles ouviram um pouco e a minha irmã disse: “Ele toca melhor do que tu”. Para quem não me conhece, eu toco guitarra há mais de 25 anos. Quando parou de tocar, não resisti e fiz-lhe uma entrevista! Estava a compor harpejos.
    https://nunoanjospereira.wordpress.com/2010/09/08/pearls-before-breakfast/

  9. Fernanda Pedroso

    Mais uma que podemos aprender com desenhos animados… Dia 28 de Julho comemora-se o dia mundial das hepatites…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s